Páginas

26.9.08

Em Memória do Velho Cluk, Meu Avô / In Memory of Old Cluk, My Grandpa





Fotos por Vicente Sampaio, meu tio.

Em memória do meu avô,
Um cara muito honesto,
Que sempre andava com um canivete na cintura pra descascar frutas,
Que conhecia muito de mangas, todo tipo de frutas, árvores e rios, além de muitas outras coisas,
Que se emocionava quando falava da nascente do São Francisco, de como era um lugar
lindo,
E cujos olhos brilhavam como de uma criança quando contava suas travessuras de
infância.
Que adorava mapas, livros e passarinhos. Sabia cada um pelo seu canto.
O único cara que eu vi fazer um desenho com as duas mãos ao mesmo tempo, partes
diferentes do desenho. Quando era pequeno vi ele desenhar os três mosqueteiros
numa perseguição a cavalo, assim, com as duas mãos ao mesmo tempo.
Nunca vou esquecer disso.
Era um velhinho que quando sorria o rosto se iluminava de uma forma inacreditável.

......................................

Photos by Vicente Sampaio, my uncle.

In memory of my grandpa,
A very honest guy,
Who ever had a little knife hanging on his belt to peel fruits,
Who knew a lot about mangos, about all kind of fruits, trees and rivers, among
many other things,
Who almost cried when talking about the spring of the São Francisco river, when
talking about how beautiful it was,
And whose eyes used to shine like those of a child when telling plays and adventures of his childhood.
Who used to love maps, books and little birds. He knew each little bird by its way of singing.
The only guy that I´ve seen making a drawing with both hands at the same time, different parts of the picture. When I was a kid, I´ve watched him drawing the three mosketeers (by Dumas) in a chase mounted on horses, this way, with both hands at the same time.
I will never forget this.
He was an old man whose smile changed all of his face, making it shine incredibly.

10 comentários:

Kin Guerra disse...

Vai com Deus vô!

Muito bonita homenagem Athos!

vicsamp disse...

Grande Athos, assim voce deixa o tio mais emocionado ainda.

Voce é o cara cara!!!

Shaula Sampaio disse...

Lindo texto, Athos!
Eu não sabia isso do desenho com as duas mãos que você falou...
bjs

athos disse...

Valeu, Shaula!

Beijo!

Benjamin Reis disse...

Não o conheci Athos!
mas fico contente que ele tenha deixado uma história parar alguém contar!
Que esteja em paz! onde quer que seja!

muito bonita homenagem!!!

athos disse...

Valeu pelos votos, Benja!

Ricardo disse...

Olá,

Cluk era o sobrenome do seu avô? O meu é Cluk, será que somos parentes?

athos disse...

Não, Cluk era apelido. :-)

Anônimo disse...

you have a wonderful site!

Unknown disse...

Meu pai fala bastante do Tio Cluk. Muito parecido com meu avô Ézio.